Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Filipe

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Filipe

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

28
Jan19

Na Quinta das Lágrimas

Filipe

Todos nós já conhecemos a dramática história de amor entre o príncipe D. Pedro (futuro Pedro I de Portugal) e a fidalga D. Inês de Castro. Uma história romântica que terminou em tragédia.

Como sou um homem romântico por natureza, apaixonado por história também, fui visitar o local onde tudo aconteceu, a Quinta das Lágrimas.

 

Comecei pela Fonte dos Amores onde podemos ver um portal e uma janela neogóticos ladeados por uma enorme árvore cheia de raízes que sobressaiem do solo. Dizem que ali foi o local de muitos encontros amorosos entre D. Pedro e D. Inês de Castro.

20190106_170938.jpg

 

 

Uns metros mais à frente encontra-se a Fonte das Lágrimas, onde, supostamente, foi morta D. Inês de Castro com um punhal no coração.

Nas pedras da fonte, debaido da água que corre, verifiquei que realmente estavam pintadas de vermelho. Seria realmente verdade que se tratava do sangue da fidalga que foi assassinada? Fiquei intrigado!

"Há coisas inexplicáveis em que devemos mesmo acreditar" - pensei.

20190106_170130.jpg

20190106_170151.jpg

 

 

Ao regressar, disse à senhora da bilheteira que gostei bastante e que fiquei mesmo admirado ao observar as pedras pintadas de vermelho do sangue de D. Inês!

- Ah mas isso é uma micro-alga vermelha. Não é sangue! - respondeu-me.

- A sério?!

- Sim! Se raspar aquilo sai... O senhor ainda acredita no pai natal?

- Ai, ó senhora, você agora acabou com os meus sonhos todos - brinquei (mas falando um pouco a sério).

- Aquilo é uma micro-alga vermelha mas, como sabe, na altura a ciência não era assim tão avanada e aquilo era uma novidade para eles e durantes anos acreditaram mesmo que se tratava do sangue de D. Inês.

- Ah, não sabia...

- E mais! D. Inês nem foi morta naquele local, é só uma lenda. Ela foi morta aqui num palácio em Coimbra.

 

Tive vontade de pedir à senhora que me devolvesse o dinheiro do bilhete!

Mas vá... vale a pena visitar. É muito bonito.

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D